Como a insegurança profissional pode afetar a carreira?

Você já parou para pensar quais são os fatores que levam um profissional a se sentir inseguro no trabalho diante das demandas, diante das exigências que o trabalho dele requer?

Se você é uma dessas pessoas que se sentem inseguro no trabalho, é muito importante ler a matéria que preparamos com a neuropsicóloga do Grupo Med Mais, Keli Rodrigues. Nós iremos falar sobre quais são os desafios? Quais são as demandas para o que você fique preparado para executar ou resolver durante as atividades do seu trabalho?

A neuropsicóloga comenta que quando um profissional está trabalhando em uma determinada atividade que ele se preparado ou apto, a chance dele se sentir inseguro com aquilo que está fazendo é muito menor.

Então, vamos pensar o seguinte: se você está sentindo inseguro com a realização da sua tarefa, se você está se sentindo inseguro com alguma demanda, algum prazo, alguma necessidade do seu trabalho, volta um passo atrás, repensa.

“Como que eu estou nessa tarefa? Como que eu estou desempenhando essa tarefa? Quais as minhas habilidades? Quais as minhas competências?  Quais os propósitos que eu tenho para realizar essa tarefa?”, questiona a neuropsicóloga Keli Rodrigues.

Essas são algumas das demandas que fazem as pessoas se sentirem inseguras. Elas não se sentem adequadas para aquilo que elas estão realizando.

Ou seja, pare e pense o seguinte: quanto mais adequado você estiver para aquela tarefa que está realizando, quanto mais preparado você estiver para aquela tarefa que você está realizando, maior é a chance de você se sentir seguro naquilo que você está fazendo.

 

É possível minimizar a insegurança?

Sim. É possível. A neuropsicóloga Keli Rodrigues traz algumas dicas de como reduzir a insegurança profissional.

  1. Estude um pouco sobre o tema.
  2. Busque ajuda de algum profissional ou colega de trabalho para executar a tarefa.

São duas dicas essenciais, porque quanto mais você se sentir preparado ou empoderado para realizar aquela demanda, maior é a chance de se sentir apto e demonstrar menos insegurança assim como se sentir mais propriedade daquela tarefa ou daquela atividade que a gente está fazendo.

“Quando a gente percebe que essa insegurança ou esse desalinhamento nas atividades que a gente desempenha, ele extrapola um pouco o limiar ali do saudável, de uma insegurança leve, é muito importante procurar ajuda.”

 

Como que um psicólogo vai poder ajudar?

De acordo com a neuropsicóloga Keli Rodrigues, a presença de um psicólogo dentro das empresas é essencial, pois para reduzir a insegurança profissional, enquanto terapeuta, ele vai alinhar, ou seja, “fazer você enxergar como que você está melhor adequado, se você está numa posição adequada para aquela tarefa que você está fazendo, se o seu desempenho está bom, então o profissional da área da Psicologia ele sempre vai poder ajudar nesse alinhamento, nessa adequação da minha capacitação com as atividades que você vou fazer”.

 

Se você gostou desse conteúdo, comente e compartilhe. Vamos caminhar juntos nessa jornada de autoconhecimento e sucesso profissional. Em nosso blog toda semana temos muitos conteúdos sobre qualidade de vida no trabalho: www.medmais.com .

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *