LAMSA confia ao Grupo Med+ o atendimento de urgência e emergência na Linha Amarela

LAMSA confia ao Grupo Med+ o atendimento de urgência e emergência na Linha Amarela

O Grupo Med + foi escolhido pela concessionária LAMSA para realizar o gerenciamento dos atendimentos de Urgência e Emergência na rodovia expressa Avenida Carlos Lacerda, conhecida como Linha Amarela, no Rio de Janeiro. O contrato prevê a prestação do serviço terceirizado de SME nos 17,4 km de uma das mais importantes vias expressas da cidade do estado a partir de julho de 2021.

Após longa articulação nova parceria irá garantir os serviços de assistência médica emergencial pré-hospitalar (primeiros socorros), resgate e transporte/remoção de vítimas acidentadas, ou que necessitem de assistência médica por qualquer outro motivo, para os hospitais mais próximos até 2023.

A Linha Amarela, hoje, funciona via concessão controlada pela Invepar, responsável por grande parte da mobilidade privada do Brasil. A parceria configura grande passo para o grupo, já que as rodovias brasileiras são responsáveis por 60% da carga total transportada em território nacional, e como apresentam o maior número de acidentes com vítimas é, também, mais uma oportunidade de salvar vidas, o propósito da Med+.

Além disso, o Grupo Med+ deve fornecer a mão de obra qualificada, materiais e equipamentos para realização de todos os atendimentos pré-hospitalares e  duas ambulâncias (tipo C e D) para realizar os atendimentos 24h por dia, em todos os dias da semana.

A Linha Amarela

Criada em 1995, a Linha Amarela S/A - LAMSA surgiu com atribuições de acompanhar a execução do projeto, viabilizar recursos financeiros e montar a estrutura operacional como concessionária. Em 1997 a via foi inaugurada, tendo iniciado a cobrança do pedágio em 1º de janeiro de 1998.

A via expressa liga bairros de grande parte da Zona Norte do Rio de Janeiro. Hoje, essa única linha liga a Barra da Tijuca e Baixada de Jacarepaguá a Água Santa, Encantado, Méier, Engenho de Dentro, Abolição, Pilares, Del Castilho, Inhaúma, Manguinhos, Higienópolis, Bonsucesso e Fundão. 

Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *