Para seu colaborador

PPR - Programa de Proteção Respiratória

O que é PPR?

O Programa de Proteção Respiratória (PPR) é um processo para seleção, uso e manutenção dos respiradores com a finalidade de assegurar proteção adequada para o trabalhador. Antes de se utilizar um respirador, é essencial que seja estabelecido um PPR, por escrito, com os procedimentos específicos para o local de trabalho. O programa deve ser implantado, avaliado e atualizado sempre que necessário, de modo a refletir as mudanças de condições do ambiente de trabalho que possam afetar o uso de respirador. O PPR deve ser compreendido por todos os níveis hierárquicos da empresa.

Pra que serve o PPR?

Proporcionar o controle de doenças ocupacionais provocadas pela inalação de poeiras, fumos, névoas, fumaças, gases e vapores.

Quem precisa ter PPR?

Se os trabalhadores estão expostos à produtos químicos, gases, vapores, poeiras, névoas, fumos ou a ambientes com deficiência de oxigênio, o local de trabalho pode apresentar graves riscos respiratórios. São muitas as circunstâncias e condições de exposição ao risco para que se possa fazer uma enumeração completa, mas podemos incluir:

Exposição durante as operações de fabricação;

Trabalhos de manutenção;

Construção e montagem;

Vazamentos acidentais;

Emergências;

Combate a incêndios

Quem elabora o PPR?

O profissional legalmente habilitado na área de segurança do trabalho.

Qual a validade do PPR?

Não existe um tempo pré-estabelecido acerca da validade do PPR, pórem recomenda-se realizar pelo menos uma revisão ao ano ou sempre que ocorrer qualquer alteração no ambiente de trabalho ou na execução de determinada atividade.

Conheça outros PROGRAMAS DE SEGURANÇA

Qual a penalidade para as empresas que não possuem PPR?

No caso de ausência do documento, em fiscalizações feitas pelo Ministério do Trabalho, a empresa poderá sofrer multas bastante pesadas. Outro grande problema que as empresas podem ter são as ações de indenização cobradas na Justiça do Trabalho por empregados que alegam ter contraído qualquer doença ocupacional durante o seu período de contrato de trabalho. Neste caso, a empresa fica sem amparo legal e sujeita ao pagamento de indenização.

Curiosidades

É um programa previsto na NR9 buscando “a preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, através da antecipação, reconhecimento, avaliação e consequente controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou que venha a existir no ambiente do trabalho”.

O instrumento de gestão transparente e participativa que pressupõe ações a serem desenvolvidas no âmbito da empresa sob a responsabilidade do empregador.

A terceirização de serviço de saúde ocupacional é uma estratégia comum na gestão de pessoas, mas a capacidade que a MED MAIS tem de alocar profissionais de qualidade na estrutura da empresa é um grande diferencial.”

A terceirização de serviço de saúde ocupacional é uma estratégia comum na gestão de pessoas, mas a capacidade que a MED MAIS tem de alocar profissionais de qualidade na estrutura da empresa é um grande diferencial.”

Case de Sucesso Sebrae

Nossos Cases de Sucesso

Colégio Mackenzie

A rede de Colégios Mackenzie, referência em ensino privado, alcançou a redução de 76% no índice de absenteísmo. Isso representa uma economia de R$ 600 mil ao ano.

SEBRAE Nacional

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - SEBRAE, também é Med Mais e atingiu a redução de sinistralidade no convênio com a terceirização do SESMT.

Evida

A operadora de planos de saúde EVIDA, principal caixa de assistência do serviço público no Brasil, utiliza a gestão Med Mais do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO, com indicadores e estratégias.

Qual serviço você precisa?